Bloomsday

Quem tem uma bundinha gostosa?

-Carla Perez!

Não, claro que não. Você aí do fundo:

-Hãã… Glória Perez?!

Você pensou pra dizer isso?! Loirinha:

-Mel Lisboa!

Nossa! Muito boa resposta – e excelente bunda – mas não. Quem tem uma bundinha muito da gostosinha é ninguém mais ninguém menos que a atual Rainha do Pop! Isso mesmo! A própria!

Lady Gagostosa

qq isos lady gaga

E com essa bundinha linda começamos nosso post especial sobre

BUNDAS

Bundas, bundinhas, bundões – Por que queremos mordê-las?

Mentira! Por mais tentador que seja falar de bundinhas, hoje é um dia muito especial e não podemos ignorá-lo! Hoje é o famoso

BLOOMSDAY

Feriado na Irlanda e comemorado por todo o mundo (nem com tanto entusiasmo em algumas partes), o Bloomsday celebra a quinta-feira, dia 16 de junho de 1904, dia em que se passa toda a ação de Ulisses de James Joyce. E o livro celebra o quê? Tudo! Eba!

Viva!

Porra, acho que eu merecia uma cerveja pra comemorar, hein. Preciso ir ao mercado, vou me comprar uma Guinness, pra celebrar o Bloomsday.

-Mas Rafinha, como assim “celebra tudo”?

É simples. O livro é sobre tudo. Tudo, tudinho.

-E o que tem nesse livro?

Tudo.

-Ahhh, tem nada! Tem um barrão gostoso?

Tem, sim, senhor!

-Tem uns beijinhos numa bundinha gostosinha?

Tem, sim, senhor!

-Ah, num acredito! Tem muita putaria e abominação?

Orra se tem!

RAFINHA POSSO PARTICIPAR?

Pode, mas só uma pergunta e chega.

TÁ BOM TEM SEXO GAY?

Claro!!

OBA ACHO QUE VOU LER ENTÃO

Leia!

Mas então, continuando, tudo isso é obra da mente doentia de J-

RAFINHA

Oi. Fala rápido.

SÓ MAIS UMA PERGUNTA TEM PUNHETA NA PRAIA?

Mas é claro que tem! Oras! Quem nunca se masturbou na praia para uma menina manca que atire a primeira pedra, afinal!

Para James Joyce, nada era tabu. Um homem sem tabus é um homem sem limites, sem medo de nada, nem de ser TOO COOL FOR YOU:

Who's the coolest?

Escritor/pirata/fashionista

Joyce escreve feito um tarado, e não podemos culpá-lo, afinal, ele é tarado, e mais afinal ainda, nós gostamos e queremos é ver sacanagem, putaria e abominação

Nossa! To aqui, de boa, escrevendo, sentadinho de pernas cruzadas, meu celular vibra, dentro do meu bolso. Recebi uma mensagem e o negócio tremeu bem no meu pau! Foi coisa de louco, eu lhes digo.

Mas, você diz, por que Bloomsday?

Pois o protagonista dessa obra-prima é Leopold Bloom, um homem normal, um irlandês comum. Exceto pela sua origem judia. E por ser traído publicamente pela sua esposa. E por ter uma maravilhosa fixação por cus. Isso mesmo. Não é bunda, não. Ele curte um cu. E tem pensamentos loucos com fezes e sexo gay e, acima de tudo, paternidade. Por ser um cara tão estranho e sozinho, ele é discriminado por seus co-cidadãos, e vive em constante confronto – velado ou não – com basicamente o mundo todo, dentro e fora da sua cabeça. Em poucas palavras: ele é um cara como eu e você.

Só que judeu.

Típico judeu, pra você que, como eu, nunca viu esse tipo de bicho por aí:

Will bring peace to Middle East

Jewerine

Judia que me faria acender fogo no shabbath:

qq isos sarah

Queria eu ser o Abraão dessa Sarah mas CHEGA DE PIADAS JUDAICOCENTRISTAS.

AINDA HOJE: Como conquistar uma mulher (só que de verdade)

Ps: eu morderia essa bundinha kosher da Sarah Silverman certeza total!

Leave a comment

Filed under Bunda, Coitado do Manolo, Gay's the way, Praia e maconha, Punheta, Putaria e abominação, qq isos morena, Que papo é esse?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s