Flashback – Rapaz enche a cara e flerta (unilateralmente) com uma menina, dorme, acorda e toma banho.

Hoje é dia do quê!

Flashback, manolo!

Quero ver todo mundo assim!

Mentira, fumar é errado, especialmente se você for um crustáceo.

Mas o que eu realmente queria dizer é que agora é a hora de postar um texto velho que ninguém gosta!

EBA RAFINHA QUE LEGAL

Nossa, quanto tempo, hein?

É VERDADE FAZ TEMPO PORQUE VOCÊ FEZ ISSO COMIGO?

Seria “por que” na verdade.

COMO ASSIM?

“Por que”, separado.

MAS RAFINHA EU TO FALANDO COMO VOCÊ SABE COMO EU ESCREVI A GENTE NÃO TÁ SUPOSTAMENTE FALANDO?

Supostamente.

MUITO SUPOSTAMENTE!

AH BOM ENTENDI.

(Quem falou “Muito supostamente” foi o Rafael, aliás)

MAS! Pouco importa tudo isso!

O texto que lhes apresento a seguir é apenas a primeira parte de uma saga eletrizante mas muito ruim, e só esse pequeno fragmento vale alguma coisa – não sei o que, mas vale. Talvez não valha nada. Bom, vai saber! De qualquer forma, são os pensamentos de um rapaz already drunk, na iminência de flertar com uma jovem menina. E a menina é gostosa. Bom, na verdade não dá pra saber, isso não fica claro – ou fica? Não sei, não reli. Bom, vou reler, vamos ver.

Inovativo, Rafael apresenta aqui sua técnica batizada agora mesmo de diálogo interior, numa rede de citações e referências. E o título, graças à supressão da sequência, é totalmente enganoso. Com vocês,

Rapaz enche a cara e flerta (unilateralmente) com uma menina, dorme, acorda e toma banho

-Eu acho – uma crítica, não me leve a mal – acho que eu poderia ser mais legal.
-É, mas animado, talvez.
-Extrovertido, né?
-É, isso, é, é verdade. Também acho.
-Tem tanta gente legal por aí…
-Sim, claro, mas legal nós somos.
-Não; isso, com certeza.
-No doubt about THAT.
-No doubt INDEED.
INDEED – Darth Vader
-Exatamente.
-Só digo uma coisa que eu não sei.
-Diga.
-Nao sei como não estão todas aos nossos pés
-Exatamente!
-Simplesmente não sei!
-Não há nenhuma explicação lógica.
-É só questão de tempo!
É só questão de tempo o fim do sofrimento. Um brinde pros guerreiro. Zé povinho eu lamento.
-Racionais.
-Exatamente.
-Só esperar!
-Wait and see.
-Quem viver…
-Verá!
-É sempre assim.
-É; no final das contas, sempre acaba nisso.
-Se a história nos ensinou algo, é isso.
-Definitely. Wait and see.

(…)

-Bom, vejamos. Currently, eu sou o cara mais legal da festa.
-No doubt about THAT.
-Mas e aí, que resta? Poderíamos tomar uma cerveja.
-Só… poderíamos pra caralho.
-Uma bem gelada..
-Mas só tem quente.
-Bem… o que se pode fazer?!
-O que, afinal?
-Ao bar.

(…)

-Olha…
-Diz.
-Não podemos culpar o George Michael.
-Não, senhor!
-Não podemos culpá-lo de forma alguma.
-No, sir.
-Quem aqui?!
-Quem aqui?!, exatamente.
-Quem aqui não a levaria pro banheiro?
-Quem?
-Quem vai ser hipócrita de negar uma coisa dessas?!
-Quem?
-Só isso que eu quero saber.
-Exatamente: quem?!
-Ninguém! – ambos.
-As coisas são assim, oras!
-Orra se são!
-Ainda mais se você for gay!
-Orra. Vestiário de time de futsal feminino – só isso que eu falo!
-Exato!
-Só isso!
-Depois da vitória…
-Todas peladas…
-Todo mundo a fim…
-George Michael!
-Louvado seja!
-Count me in!

(…)

-Eu vou…
-Vai!
-Eu vou agarrar a cintura!
-Vai! Agarra!
-Eu vou…!
-Não tá dando pra agüentar!
-No, sir!
-Falta isso.
Agora não falta mais!
-Visa.
-Right on.
-Mas eu vou. Passar a mão pela cintura.
-O que mais que se pode fazer?!
-O quê? Me diz: o quê?
-Quem você vai culpar?!
-The devil made me do it!
-É uma manifestação clara – claríssima – do divino!
INDEED.
The lure of the animal!
-Vai lá, cara! Agarra essa cinturinha que você me faz feliz!
-Gil Brother, no quadro do diabinho no elevador!
Fastidious and precise!
Killer Queen!
-We’re gettin’ good at this!
-No doubt about THAT!
-Vou puxar.
-Puxa, cara!
-Agora!
-Não tem melhor hora!
Well, I guess it would be nice!
If I could
-É agora!
-Até George Michael tá com a gente!
-Esse cara sabe o que fala!
-No doubt about THAT!
-Eu digo: melhor não!
-Tragédia!
-Let’s play it cool.
-Vamos até ali.
-Vamos, encostar aqui.
-Isso. Now..
-Wait and see.
-Precisely

(…)

1 Comment

Filed under Escrever, Flashback, Mulheres gostosas, Peitos, Que papo é esse?

One response to “Flashback – Rapaz enche a cara e flerta (unilateralmente) com uma menina, dorme, acorda e toma banho.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s