fique lisonjeado sinta-se bem

zzzumzoiszrezzatacaar ela gosta de enrolar dançando girando no sofá difícil saber qual a melhor coisa a se fazer palavra a escolher ela tem uns peitos uns peitos dahora várias minas têm peitos dahora os peitos eu tenho uma teoria todos peitos são dahora quer dizer todos peitos são legais em algum momento da vida eles são como flores como frutas como romãs mamões laranjas maçãs o ciclo da vida é o mesmo para qualquer um nascimento crescimento então o apogeu algumas meninas desenvolvem peitos muito novas e vão pra escola só de camiseta sem sutiã que inocentes pois os peitos cresceram e elas não tão ligadas ainda e os meninos de bigode aquela penugem rala você bêbado fala pelugem elas de camiseta ou vestido vestido aí já estão maiores sabem o que querem vestidos e sutiã e calcinha e meia e tênis são quatro peças cinco peças de roupa ela está usando cinco peças de roupa strip poker você strip dominó strip algum jogo que eu sei jogar você perde strip verdade ou desafio ou ficar sem roupa rouba com bebida a bebida cinco peças de roupa e dá migué tirando uma meia por vez mas mesmo assim cinco quatro cinco seis sete peças de roupa então você um tênis dois meias quatro calça cinco camiseta seis sete ok não dá certo então tênis não conta descalços mas há algo de incrível nas mulheres há uma peça de roupa apenas cobrindo o corpo todo você doido olhando a silhueta o corpo contra a luz entre as pernas o tecido diáfano você vê as duas colunas subindo luzes estroboscópicas olhando pro chão como quem não quer nada o clarão as luzes as pernas as pernas o pesadelo o pesadelo você sobe sobe as pernas então uma bunda bunda uma bunda pode ser algo maravilhoso ou algo deprimente subindo a escada no metrô aquela bunda minúscula que cabe na palma da mão a calça jeans apertada eu tenho nojo dessas bundas tem algo errado aí uma bunda tem a curvatura perfeita você diz como dizem aqueles os dizem que sempre que tem um assunto complicado ou pelo menos um assunto extenso ou um assunto que realmente é interessante dizem esse assunto isso renderia um semestre isso renderia um curso poderíamos discutir anos esse assunto pura retórica fala do assunto uma bunda uma bunda pode ser discutida por anos na verdade uma bunda pode ser admirada a bunda a curvatura perfeita é uma bunda ela e linda a menina é loira em pé as pernas sobem para uma bunda perfeita elas nem desconfiam mas sustentam uma bunda maravilhosa amada por todos o namorado está me olhando ele me viu olhando a bunda feito um louco feito um louco um tarado olhando a bunda da mina dele feito um fanático um tarado pensando várias bundas fique lisonjeado sinta-se bem sinta-se bem ele tem tetas ele tem tetas e a mina dele tem uma bunda perfeita loirinha loirinha e eu sentado aqui sem tetas tem algo de errado com o mundo o daí passa cada segundo minuto o mundo você pensa dois dois dividido pela metade é um um dividido pela metade é meio meio dividido pela metade é zero vinte cinco zero vintecinco dividido pela metade cada segundo cada inconcebível fração de tempo que passa cada minúsculo recorte é um avanço é cheio de revoluções de fins de retrações de movimento completo repouso completo cada insignificante momento eu olhando a bunda dela minha barba crescendo cada vez mais rompendo a pele a pele escurecida a barba saltando especialmente pelo queixo então cinco da manhã andando bêbado cansado pra casa passando as costas da mão pra limpar a boca e os pêlos cada pêlo com seu diâmetro em crise rompendo como o sol por entre milhões de quilômetros milhões de anos muito tempo muito longe o pêlo cortado pela metade por um pedaço de metal muito muito afiado afiado a ponto de deslizar pela minha cara agora raspa as costas da minha mão eu limpo os lábios uma gota de cerveja uma gota dos trezentos e cinqüenta e cinco mililitros contados precisão a precisão vai até um certo ponto então as coisas se borram como a vista que não consegue ler muito longe tudo tem um limite muito longe ou muito perto quando você está chegando é como se as pessoas passassem pela sua vida ela se aproxima você pensa alguma coisa você pensa essa pessoa tem daddy issues qualquer coisa você enquadra a pessoa num estereótipo e então você conhece a pessoa e há nuances há pequenos milagres acontecendo todo dia derrubando o sabonete no banho os calçados apertados cada favelado você não sabe as pessoas brutalizadas diz essas pessoas pensam ignorance is bliss but thats all bout patronizing people todo mundo sente todo mundo se fode mas alguma coisa faz com que ninguém pare nem um segundo nada não há motivo para continuar mas continua é inevitável talvez um desígnio superior uma cerveja no final de semana uma pequena esperança mas não há fim é inesgotável o homem é pobre infeliz e inesgotável cada pequeno pêlo na cada de cada desgraçado esperando a fila da escada rolante atrás de uma bunda nada apetitosa cada segundo desses guarda uma miséria e uma esperança a esperança de um som de um toque um limite entre uma coisa e outra a expectativa de uma briga uma violência sexo qualquer coisa qualquer coisa que faça algo se movimentar e a esperança é totalmente fundamentada pois o homem é inevitável e alguma coisa vai acontecer então a pessoa vem e você diz qualquer coisa essa pessoa tal essa pessoa gosta de carros qualquer coisa essa vai longe esse é um filho da puta esse é babaca então você entra e dentro há milhões de pequenos detalhes e interpretações cada um tem um deus um pequeno prazer a última mordida de um cachorro quente com purê de batata instantâneaao água do pó ao pó milhões de dólares ou trinta centavos qualquer coisa então é lá dentro conhecendo qualquer pessoa algumas com mais apelo que outras mas qualquer pessoas a conseguir dar formas a seus pensamentos sentimentos pois todos sentimos então aquele momento dentro da pessoa todos todos inúmeros todos acontecimentos simultâneos este é se você quiser é o som e a fúria de cada um esse turbilhão torvelinho de ações emoções pais tios professores momentos tudo isso então a pessoa passa você deixa ela pra trás como ela te deixa pra trás então looking back você pensa essa pessoa tem daddy issues essa pessoa é tal coisa define qualquer um com uma palavra um selo uma identificação qualquer pois no final das contas é isso tudo muito simples muito complexo todos assuntos são um só do sexo à morte do sexo à necessidade de qualquer coisa alguém alguém para isto para aquilo para morrer para matar um arranhão cada vez mais fundo um pêlo nas costas da mão o vermelho o sangue todas as coisas estão sob o sol mas ainda nem amanheceu a garrafa vazia rompe o silêncio se quebra em mil verdinhos brilhantes cintilam tilintam correm pulam brilham e desaparecem

Leave a comment

Filed under Bataille, Bunda, Coitado do Manolo, Crise!, Jimi, LOST, Mulheres gostosas, Não foi bem assim, Pedofilia é crime, Peitos, poesia pra caralho, Putaria e abominação, TL;DR, Zimmerman

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s